Tag Archives: região nordestina

Azul Linhas Aéreas conectará diversos estados do Nordeste

Azul Linhas AéreasA Azul Linhas Aéreas foi criada e comandada por David Neeleman, norte-americano nascido no Brasil, que também foi o fundador da companhia JetBlue, dos Estados Unidos. O início das operações se deu em 15 de dezembro de 2008. A intenção inicial era de ter uma frota composta exclusivamente de Embraer E-Jets, e para tanto, encomendou 76 aeronaves, sendo 36 encomendas confirmadas e 40 com opção de compra e direito de compra. Porém, em 2009, sentindo a necessidade de atender cidades menores com voos de pequenas distâncias, encomendou aviões ATR-72, que entraram em operação a partir de 2010.

Embora a empresa tenha sido criada como uma empresa de baixo custo (low cost), com passagens aéreas baratas, seus preços já não atendem exclusivamente a este setor do mercado. Com mais de três anos desde sua criação, a Azul Linhas Aéreas mudou o panorama da aviação comercial brasileira. Em 28 de maio de 2012 foi anunciada a fusão da companhia com a TRIP Linhas Aéreas. Na prática, com o passar do tempo, a TRIP Linhas Aéreas deixará de existir, herdando a Azul todas as aeronaves e rotas da empresa. Juntas, Azul e

Azul Linhas AéreasTrip Linhas Aéreas somam 121 aeronaves, 840 voos diários, 100 destinos atendidos e aproximadamente 15% do mercado doméstico. Hoje, com quase 10% de participação, consolida-se como a terceira maior companhia de linhas aéreas do País. A Azul Linhas Aéreas tem novos voos interligando quatro estados da região nordestinaAlagoas, Bahia, Ceará e Paraíba. A partir deste mês, com a autorização da Anac, a Azul poderá operar voos com novos trechos pelas principais capitais do Nordeste.

O novo voo diário ligará Salvador a Fortaleza, com escala em Maceió e João Pessoa. As passagens estão disponíveis nos canais de vendas da companhia. O superintendente de Marketing da Secretaria de Estado do Turismo de Alagoas, Paulo Kugelmas, explica que “… agora, precisamos fazer um trabalho de divulgação nessas capitais para incrementar cada vez mais o mercado regional, tanto no turismo de lazer, como no coorporativo”.