Airbus apresenta projeto de capacete de realidade virtual para ser utilizado durante os voos

Airbus

Não param de surgir novos produtos e serviços que buscam melhorar a experiência dos passageiros durante os voos. Tudo porque escolher o destino e comprar as passagens aéreas sempre é uma atividade muito emocionante, porém chegar à aeronave e ficar muitas horas em um voo nem sempre representa a mesma emoção.

As companhias aéreas se esforçam em gerar conteúdos qualificados durante os voos, mas quase nunca eles são suficientes para atrair a atenção durante longas horas de viagem.

Repensando a atual forma de viajar dos passageiros, a Airbus maior fabricante de aeronaves do mundo, pretende revolucionar o mercado.

A empresa deu entrada no serviço de patentes, um produto chamado de “isolamento sensorial”. Segundo o projeto apresentado para registro, cada passageiro contará durante o voo com um capacete acoplado no assento. Ao longo do trajeto da linha aérea este equipamento poderá ser puxado das cadeiras e vestido na cabeça dos passageiros.

Além do capacete, a Airbus também informa a criação e registro de um fone de ouvido que pretende fazer às vezes de isolamento sensorial entre um passageiro e outro. O fone de ouvido possui 100% de isolamento acústico.

O isolamento sensorial da Airbus promete um serviço completo de experiência individual, além do capacete e fones de ouvido a empresa dá conta da criação de uma máquina que fabrica cheiros artificiais. Não foram informados quais aromas seriam produzidos, mas essa informação em si já é bastante incrível.

Os passageiros também poderão utilizar nos voos um teclado. Este equipamento permitiria que os clientes realizassem trabalhos virtuais ou não, durante o voo. Sendo que o capacete contaria com uma tela.

A Airbus explica que o equipamento poder ser utilizado como mídia para assistir a filmes e seriados disponibilizados pela companhias aéreas. Todos os vídeos rodados possuiriam tecnologia 3D.

Embora a empresa tenha dado entrada para registro do produto, isso não significa que ele chegará em breve ao mercado. A comercialização do mesmo depende de vários fatores, caberá às companhias aéreas avaliarem se seus voos precisam deste tipo de serviço.

Também é necessário que se avalie qual o custo desta tecnologia, pois como se sabe, quanto mais tecnologia envolvida mais alto é o custo de produtos em geral.

Airbus

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Spam protection by WP Captcha-Free